03 maio, 2010

Filó - A bicicleta

Segunda feira é mais um dia em que "Colorimos a vida" coletivamente. Imenso prazer!
Vamos curtir os diferentes textos e a criatividade humana...



Hoje quero apresentar a vocês minha Filó. A bicicleta! Ela é alaranjada de cor e de ferrugem. Tadinha, veio pra casa depois de adquirirmos em um leilão da cidade. Por aqui as bicicletas abundam principalmente por ser uma cidade Universitária frequentada por estudantes de toda a Europa . Muitas são deixadas nas ruas e posteriormente recolhidas pela prefeitura. Algumas em ótimo estado de conservação, outras nem tanto como a Filó. Fui atraida por ela assim que vi. Primeiro por parecer leve, alegre (talvez pela cor) e segundo por estar com uma cadeirinha de carregar crianças e assim já pude vizualizar a Laurinha sentadinha lá. Só o que não vimos é que ela estava sem freio e sem alguns raios no aro traseiro...kkkkkk.... Mais um de nossos furos!! O barato saiu caro! O que importa é que com ela posso ver a cidade com outros olhos, além de ser excelente para a minha saúde.

(Filó: minha bicicleta, meu transporte)

O ato de andar de bicicleta é antigo, e mesmo hoje com tanta tecnologia , gastos e devastações provocados pela indústria automobilística e de consumo, ainda não inventaram um veículo , mais eficiente, econômico, mais prático e menos poluidor para o transporte urbano que a bicicleta. Aqui elas são usadas por todas as classes sociais e faixas etárias. A cidade é plana o que facilita muito. Kilômetros e kilômetros de ciclofaixas e ciclovias cortam a cidade, e bicicletários são comuns em qualquer cantinho.


(Cena bastante comum , bicicletas de todos os jeitos circulam pela cidade- Lund, abril de 2010)


Fico espantada com o quantidade de bicicletas nas ruas e por vezes acho mais fácil ser atropelada por uma dessas do que por um carro.


(Bia em sua bicicleta também adquirida no leilão. O capacete é obrigatório para segurança das crianças -
Lund, abril de 2010).


Já no Brasil nunca pensei em ir trabalhar de bicicleta. Nos últimos meses, marido fazia isso e sempre gostou de pedalar, eu como sempre só na espreita.Tinha medo de que voltasse machucado pra casa depois de um assalto só porque gostava de bicicletas um pouco mais sofisticadas pelo conforto. Eu mesma sempre cultuei os automóveis e contribui para aumentar o "caos urbano" e a poluição do ar. Não há outra solução para os nossos problemas a não ser educar as pessoas. Não há qualquer atalho possível. O "incentivo" também faz toda a diferença.


É importante lembrar que:


1 – pedalar aumenta a circulação sangüínea no cérebro e, portanto, seu raciocínio se torna mais claro;

2 – o ciclismo é considerado um dos esportes mais eficazes para a prevenção de problemas cardíacos;

3 – o uso diário da bicicleta é indicado no tratamento da obesidade devido ao aumento de gastos calóricos;

4 – o ciclismo é um dos esportes aeróbicos mais eficientes que existem, previne vícios de postura por fortalecer a musculatura como um todo(membros inferiores, superiores, tronco e pescoço); doenças do tipo metabólico(excesso de açúcar no sangue) e a osteoporose ( processo gradativo de redução da quantidade de cálcio e fósforo do sistema ósseo);

5 – o ciclismo tem demonstrado um sensível aumento na produção de hormônios como o do crescimento pela estimulação da Glândula Hipófise;

6 – 20 minutos de pedaladas consomem 160 calorias (o equivalente a uma latinha de cerveja);

7 – 5.000 bicicletas em circulação representam 6,5 toneladas a menos de poluentes no ar.


(Centro de Lund, março de 2010.)


*PS: A propósito, descobri que para freiar a Filó é só pedalar para trás... Moderníssima!!!
kkkkk....

25 comentários:

Eliane disse...

Françoise, eu amava pedalar, de repente os joelhos começaram a reclamar. Então agora so pedalo por lazer e bem pouquinho. To com pena de mim!!!!!!

Renata Keli disse...

Oiii bom dia

Pedalar além de tudo o que vc disse, é terapia!! Amo!!

Pena que aqui não temos estrutura para fazer delas nosso meio de transporte...

Beijinhos

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Françoise!
Criatividade é tudo...uma história bem contada e alegre...adorei!
Achei lindas as imagens.
Um beijo gostoso e alaranjado!
Astrid Annabelle

Tida disse...

Fran,

que bom deve ser viver num lugar no qual se pode pedalar com segurança, aqui faltam vias exclusivas para bicilclets. É muito perigoso ser atropelada... ficou linda a sua participação.
Ah!... Não se esqueça de votar hoje.
Bjos

Lu Souza Brito disse...

Oi Fran,

Que graça de Filó. Eu não tenho bike não, mas quando morava em Ilhabela tinha uma que me levava em todo canto. Adoro. Mas aqui onde moro tem muitas subidas, não dá e nao tem estrutura, longe mesmo.
Mas bonito de ver esta foto com tantas bicicletas. Se pudesse, também trocaria Lucrécia (moto) pela bike.
Beijos

Isadora disse...

Aorei conhecer a sua Filó e que coincidência ser da cor da blogagem. Que bom estar em uma cidade em que se pode passear de bibicleta, sem a preocupação de carros passando a toda velocidade ao nosso lado.
Um beijo

Nane Cabral disse...

Adorei o post! seria ótimo se todas as cidades tivessem uma estrutura adequada para os ciclistas. Eu adoraria vir para o trabalho de bike mas correria o risco de ser atropelada. Tenha uma ótima semana! bjos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

Glorinha L de Lion disse...

Oi Querida! Primeiro quero te agradecer pela "menina" que vc me chamou...só na foto amiga...de perto...tô mais pra vó....hehe...agora sobre a sua Filó...que bom que aí dá pra se exercitar assim e não poluir mais ainda o ar...aqui, se a gente se arriscar a pedalar, um ônibus passa por cima...ninguém respeita ciclista não...só dá pra fazer isso em lugares calmos, n interior por exemplo....nas grandes cidades é pedir pra ser atropelado, infelizmente...beijos

Bordados e Retalhos disse...

Ai que postagem mais charmosa. Falar em bicicleta e mostrar a sua aqui foi ótimo, faz a gente repensar um monte de coisas e hábitos mais saudáveis. Bjs amiga

Fran disse...

Oi Fran, eu tb adoro pedalar viu, realmente é muito bom. Aqui em Santa Catarina tem uma cidade que é considerada a cidade das bicicletas, é Joinville, lá é muito comum tb as pessoas andarem de bike pela cidade. Bjos e uma ótima semana pra vc e sua família :)

cantinho she disse...

hahahahahahaha muito bom o seu post, adorei mesmo! É uma verdadeira delícia essa blogagem coletiva, né? A gente conhece tanta gente bacana e tantas estórias e histórias, show! Só que Fran, preciso confessar que seu eu já tinha vergonha de não saber andar de bicicleta agora eu tô megaroxa, qta gente por aí pedalando e qtos benefícios, mamma mia!
Bjo, bjo!

Elaine disse...

Oi querida, que saudades da bicicleta...
Com tantas coisas urgentes, a gente esquece um pouco das coisas lights e prazerosas, muito boa sua postagem, adorei!
Beijos e obrigada pela atenção!

Wevertton disse...

Ola. Achei seu blog, AMEI e estou seguindo! Segue o meu tbm?! Beijos =]

Tati Pastorello disse...

Adorei sua postagem de hoje. Ficou leve e divertida, e nos mostrou um pouco como é a vida em uma sociedade mais educada. Temos ainda um longo caminho pela frente por aqui.
Seria legal poder andar de bicicleta no Rio de Janeiro sem medo de assalto ou atropelamento...
Beijos.

Lúcia Soares disse...

Oi, Françoise.
Criatividade é tudo, imagina a sua Filó "cair" direitinho no tema da blogagem (na cor, melhor dizendo).
Nunca aprendi a andar de bicicleta! Deve ser uma das delícias da vida, que não me permiti ter!
Ainda há tempo? Pode ser...
Lund parece uma cidade de cartão postal. Estou adorando conhecê-la através de você.
Bj

Cláudia M. disse...

Adorei ler o seu texto! Divertido e com muitos ensinamentos. Infelizmente nunca aprendi a andar de bicicleta, tenho muita pena... Felizmente nos países nórdicos o uso da bicicleta é bastante incentivado, aqui em Portugal só nos últimos anos é que começaram a construir as ciclovias, mas ainda são muito poucas. Vamos aos poucos, um dia chegamos lá... :)

Violeta Nascimento disse...

Nossa que coisa boa mesmo que é pedalar...nem me lembro mais quanto tempo faz que não pedalo algo que anda..e é tão mais gostoso que as bicicletas de academia..
Acho que voc~e me incentivou a novos ares..
bj e boa semana
violeta

efeitoseconceitos disse...

Menina,
Adorei conhecer a Filó! Ela é linda.
Eu sempre gostei de bicicleta mas morando em São Paulo fica muito difícil.Quem sabe um dia...Ainda sonho em morar em uma cidadezinha assim como a sua, bem longe do Brasil,onde se tenha segurança.
Bjoka
Yoyo

Kamyla disse...

Fran, que post maravilhoso!!!!
Olha q eu tô aqui já para tirar o juízo do meu marido para comprarmos nossas bikes!!!!!Temos que aproveitar logo, pois p tempo favorável é muito curto...e sou pregiçosa para academia... seria a melhor soluçao!!!!!
E países de 1o mundo nos permitem isso não é/
Amei a filó!!!!!Quando comprar a minha lhe apresentarei,rsrsrs.
Obg por postar os maravilhosos benefícios desse healthy habit!!!!
Gde bjo!!!!!!

Açuti disse...

Oiii Fran,

adoro bicicletas, sou louca para ter uma, mas tenho tanto medo...medo de ser atropelada, assaltada...enfim, qualquer dois infortúnios que acontecem por aqui!
Adorei seu post.
Obrigada pelo carinho lá no meu canto!!!
bjkss laranjinhas...

Gina disse...

Adorei a história da Filó e a maneira como você a contou. O mundo tem realidades tão diferentes, mas essas peculiaridades me atraem muito. Isso é cultura!
Boa semana.

Cris França disse...

Fran

recebi um e-mail hoje sobre os Suecos e olha realmente me deu vontade de morar na Suécia...rs se quiser posso te enviar so me diga ok. bj grande e obrigada pelo carinho de sempre!

Celia disse...

Muito bonito sua Filó. Espero que ela seja boazinha com vc. É gostoso essa época que comeca agora pra se andar de bicicleta. Bj

Fátima disse...

Lindinha a sua Filó , e ainda é uma academia ambulante...,rs.
Original seu alaranjado, gostei muito.

Beijinho.

Vicentina disse...

Adorei sua postagem e sua Filó.
Adoro uma bicicleta.
Bjs