19 julho, 2010

Conversas na cozinha...(3)

Hoje acordei nostálgica, com o coração apertado ao mesmo tempo que em estado de graça e vida. Acho que pelas despedidas recentes que andam acontecendo conosco. Pode até parecer “novela Mexicana”para quem lê mas não me importo. Sou mesmo assim , com minha vida profissional, com a família, com os amigos – mais recentes ou mais antigos- me envolvo facilmente e depois acabo sofrendo….


Ando muito pensativa sobre tudo o que temos vivido neste país. Não sei se ainda é cedo demais para refletir mas tenho pressa e sede de viver e prefiro que seja assim. Como já comentei, levávamos uma vida muito corrida e não tinhamos noção do que seria nos dedicar inteiramente a família do jeito que tem sido. Eu a ele e as meninas e ele a mim e a elas também. Parece que estamos em sintonia pois durante o almoço ele me perguntou o que tenho aprendido com esta nova vida. Conversamos sobre as mesmas coisas e dividimos os mesmos sentimentos.

Clarissa e Lucas, companhias amigas de quem sentiremos muita falta...


Parece que já vivemos tanto por aqui…. Nestes meses alguns amigos que conhecemos já estão partindo. Clarissa , que conheci pelo blog, a brasileira doce e disposta a dividir tudo conosco se foi depois de viver por diferentes cantos da Europa. Vivemos juntas durante pouco tempo mas aproveitamos muito. Assim também foi com a Sônia que partirá esta semana. Com ela aprendi muito. E continuo a aprender.Compreendo melhor que devo fazer de tudo para encontrar minha felicidade mas que também posso me permitir cair quando tudo parecer difícil. Aprendi ainda que tudo ficará bem, é certo que sim. …


Eu, Sônia e mais uma amiga sua na festa a fantasia de
despedida e de motivos de muitos reencontros...

Depois que as amigas (visitas) também se foram esta casa ficou vazia e sem cor, um silêncio que não deixei que preenchesse todo o nosso coração. Sei que a ida de mamy’s depois de vinte dias conosco também não sera fácil. Mas não há mais tempo para sofrimento , somente para celebrar tantos momentos de vida junto a pessoas que amamos intensamente e estarão conosco pra sempre pois assim é o amor…..


Um brinde aos momentos de tantas alegrias...e aventuras!
Nal e Fatinha que alegraram a nossa casa por dias....

"A hora do encontro é também despedida, a plataforma desta estação, é a vida."

Milton Nascimento e Fernando Brant

19 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Oi Fran querida! Estou na correria, mas vim aqui pra te dizer que é no sofrimento que mais aprendemos e tiramos lições. Te falo isso de cadeira! Quando passa, vemos que deixou algo de bom, que crescemos com ele. N~~ao que devamos nos acostumar a sofrer, longe disso! Mas os momentos felizes passam sem que nos demos conta...quando a gente sofre, começa a dar valor aos detalhes. Beijos querida amiga.

Kamyla disse...

Sei muito bem o q vc anda sentindo... mas não se deixe consumir... uma coisa que aprendi aqui para enfrentrar a tristeza e saudade é viver sempre na expectativa q coisas maravilhosas estão ainda por acontecer....

"...mande notícias do mundo de lá, de quem fica, mê dê uma abraço, venha me apertar, tô chegando..."

Amo essa música, pois ela decifra tudo o que vivemos!!!!

Bjo grande e fica bem, pois Mamys tá já chegando,rsrsrsrs.

Isadora disse...

Querida Fran são as tais das nossas saudades, mas como você mesma disse o tempo é curto e não dá para perdermos nem um pouquinho, logo sua mãe estará aí e serão mais dias de alegria, depois estarão só vocês, logo chega mais alguém e nova festa. E daqui a pouco a vida retorna ao normal e olha vocês por aqui.
Um beijinho

Bordados e Retalhos disse...

Fran que texto lindo e verdadeiro. Cheio de emoção e amizade, pelas pessoas, pela vida. Imagino como deve ser estar longe dos que amamos mas também posso imaginar como deve ser prazerosa essa dedicação total à família. Deixo um abraço carinhoso pra vc. Bjs

manuel marques disse...

Todos os dias são um adeus minha amiga...

Beijo.

Yoyo disse...

Sou como você.Me apego facilmente.
Tem pessoas que mesmo passando por nossas vidas rapidamente, deixam marcas para sempre, se tornam inesquecíveis mas as despedidas são muiitas vezes inevitáveis já o sofrimento...
Beijos no core

somnia disse...

Franzita,

eu te perdooo! ja dizia o Roberto... eu te perdooo por esta fota minha horrrrrorosa, rs... a Frida ja tava acabada na festa, ate sem batom e bigode eu ja tava...

mas e sim, e dificil se despedir ne? eu fico adiando de dar tchau direito pra voces... eu digo, a gente tenta ainda se ver, mas eu nao sei se conseguirei mesmo rever voce e outras pessoas...

hoje a liana me pediu seu telefone, porque ela gostou de voce tambem! entao e isso.. uns se vao e vc vai se aproximar de outros nao e?

pra mim foi muito bom ter te conhecido, suas meninas, seu marcio, a gente se sente tao em casa e tao amigo de anos...

eu acho que quando a gente ficar muito triste borococho a gente pode pensar assim: quem de meus amigos tem a mesma oportunidade? de viver uma vida totalmente nova e diferente? de conhecer lugares e gente a todo tempo? e ai a gente entende que e um preco que se paga por este viver fora...

e entendo vc... quando temos visita sempre e terrivel a casa vazia quando elas se vao...

ainda assim ja adianto amiga: voce vai sofrer horrrrrores pra deixar esta terra... esta vida... ah como doi! rs...

beijos, fridoncia

Beth/Lilás disse...

Fran queridona!
Deu pra sentir daqui esta ponta de melancolia ao ver os amigos queridos partindo, mas uma coisa também deu para sentir muito bem e fico feliz, pois isso eu também já experimentei com meu marido e filho quando moramos em outra cidade mais distante do Rio e dos parentes, ou seja, a união de vocês dois, cada vez vai ficar maior e muita cumplicidade terão, pois morar longe, cuidar uns dos outros porque não tem família por perto nem tantos amigos, torna o casal bem mais amigo e amoroso.
Tadinha da Somnia, eu consigo ver o coração dela sangrando por deixar este lugar que ela aprender a amar tanto e eu com ela nestes últimos três anos. Mas, nós aqui não vamos deixá-la sentir muitas saudades, ficaremos em cima dela e quem sabe vamos lá em Sampa vê-la em breve.
E você, continue contando com os comentários daquelas que já te acompanham há tempo, não deixaremos você sentir solidão nem tristeza. Estaremos aqui do outro lado da telinha, sempre dando um alôzinho e enchendo sua vida de brasilidade.
beijões cariocas

Elaine disse...

Oi Fran, saudades de vc tb!!
Muito bom estar aqui de novo com vcs, nesse nosso mundinho, senti muita falta!
Mas agora estou de volta e como viu cheia de vontades, e a vida tem que ser assim, como o tempo, precisa nublar para o sol brilhar novamente.
Beijos, muiiiiiiiiiiiiita Luz!!

Tati Pastorello disse...

Minha adorável Fran, a amiga que conheci por blog, mas que ocupa espaço real em meu coração. Imagino como deve ser difícil conviver com a saudade constante. Acho que a forma como começou o texto, sabendo que viveriam uns para os outros... esta parte me tocou muito! Quero fazer esta mudança, não de país, mas de estado (de líquido para sólido... kkk). Quero sair do Rio, não vejo a hora disso acontecer e sei que será uma oportunidade de vivermos uns pelos outros. Um sonho realizável, mas por enquanto, só sonho!
Viva intensamente este momento. Quando vocês voltarem, haverá a saudade de Lund, e de tudo que viveram por aí.
Beijos.

Açuti disse...

Oiiii Fran,

primeiro desculpa pelo sumiço...minhas primeiras férias estão me deixando louca...

Olha, crescemos muito com o sofrimento e aprendemos e amamos mais e com melhor qualidade!!!

Felicidades!!!

Bjksss e tenha uma excelente semana.

Fla disse...

Que lindo seu post!
É bom sentir saudade... pense nisso. Já dizia o poeta: "...sentir saudade é melhor que caminhar vazio.", e todas estas pessoas que passaram pela sua vida, são especiais e vão deixar saudade.
=)
Bjs

Isadora disse...

Fran passo hoje por aqui para deixar-lhe um carinhoso abraço e um beijo pelo dia do Amigo!

Barbie Girl disse...

Olá

Seu post deixou um gostinho de saudadessss

Feliz dia do amigo, porque afinal de contas, mesmo que nossa amizade seja "virtual" ela é bem real em meu coração!!!

beijos

Yoyo Pizy disse...

Feliz Dia do Amigo querida, Fran!
Beijinhos

cantinho she disse...

Ei querida, feliz dia do amigo, tem um pequeno carinho lá no meu Cantinho pra vc, bjo, bjo!

Kamyla disse...

Franzinha!!!!!
Passando para deixar um bjo de feliz dia do amigo!!!!!!
Bjoooooooooooooooooooooo.

Clarissa Dri disse...

Fran, que lindo teu post!!! Muito obrigada amiga, fiquei emocionada! Escrevo de Santa Maria onde tenho aproveitado minha família e comido bastante feijão e churrasco para tirar o atraso! E vocês, aproveitem bastante aí porque o tempo passa rápido demais e lugar nenhum no mundo é perfeito, nem mesmo o nosso país... e não esquece que "mais vale pra um gaudério esta saudade/do que não ter saudade alguma pra sentir" (Os Serranos). abraços com carinho, Clarissa (já com saudades de Lund!!!)

Tatiana disse...

Isso é verdade, Françoise, da mesma maneira que é maravilhoso conhecer pessoas novas a tristeza é grande quando temos que nos despedir.
Os prós e contras de viver fora...ja perdi a conta de quantas pessoas tive que dizer adeus....graças a Deus, um adeus nada mais fisico, porque o mundo virtual é maravilhoso, e nos deixa conectado!
Uffa...desculpe o longo comentário, mas me impolguei com o seu tema, até me inspirou a criar um tambem!!
Beijocas!
Tati.